Intervenção: Absolutismo (Atividade) – 2°E

Por Fernanda Martins e Márcia Campêlo

Absolutismo

  • Política e Moral

No processo de formação e consolidação dos Estados absolutistas europeus, no século XVII, os estudiosos deparam com governantes sempre dispostos a fazer prevalecer a “razão de Estado”, ou seja, a agir em beneficio do fortalecimento do Estado, restringindo liberdades individuais, praticando o autoritarismo e até a violência. A partir de então, pose-se observar a separação entre política e moral em duas esferas distintas, que não necessariamente se comunicam.

  •  Nicolau Maquiavel

 (Disponível em http://www.debatesculturais.com.br/wp-content/uploads/2013/04/500-anos-de-Maquiavel.jpg acesso em 21 de Novembro de 2013)

Um dos primeiros grandes pensadores a justificar o poder absoluto dos reis. Defendia a restauração da unidade italiana, criticando a fragmentação política vigente e a rivalidade entre suas diversas repúblicas.

Em sua principal obra, O Príncipe, defende a separação entre moral e política, vistas como duas esferas inconciliáveis.

As razões do Estado deveriam ser superiores a tudo, e, no interesse do Estado, justificava-se a utilização de artimanhas, ardis políticos e até o emprego da força e da violência, pois, nas suas palavras, “a força é justa, quando necessária.”

Maquiavel é autor da conhecida formula “os fins justificam os meios”, segundo a qual o Estado era autorizado o uso de qualquer método para atingir seus objetivos na busca da supremacia do príncipe e da indiscutível autoridade do Estado. Questionando-se sobre a consciência de um governante ser amado ou temido, aponta a segunda alternativa como a mais adequada.

Maquiavel escreveu: “É necessário a um príncipe, para ser manter, que aprenda a ser mau e que se valha ou deixe valer-se disso segundo sua necessidade.”

Atividade

1°) Analisando as idéias defendidas por Maquiavel. Você concorda ou discorda?

2°) Na sua opinião em que situação é justificável o uso da violência por parte do Estado?

3°) Na atualidade o poder político leva em consideração a ordem moral quando toma suas decisões? Essa moral é importante nessas considerações?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s